O desafio do recrutamento remoto durante a pandemia

pandemia CODIV-19 acelerou a digitalização e fez com que, tanto os processos de recrutamento como os de onboarding migrassem para o digital, obrigando milhares de pessoas a trabalharem e a procurarem trabalho remotamente. Para o recrutamento trouxe novos desafios às empresas que continuaram a operar e a contratar: entrevistas através de videoconferência, avaliação de competências à distância de um ecrã...

Grande parte das empresas sentiu o forte impacto da crise causada e, muitas delas, foram obrigadas a aderir ao lay-off e a fazer uma pausa nas contratações. Por outro lado, a Human2Human continuou a recrutar e conseguiu superar o desafio do recrutamento remoto para garantir os objetivos e continuar a satisfazer as necessidades dos seus clientes.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, a Human2Human entrevistou cerca de 1.000 candidatos por videoconferência e desenvolveu cerca de 80 processos de recrutamento, talent assessment e avaliação remotamente.

No âmbito da avaliação cognitiva e de aptidões, para as quais a Human2Human já utilizada provas online, o desafio também se colocou. Foram também desenvolvidas estratégias criativas, como a realização de videochamadas em grupo que simulam salas de provas, onde são avaliados vários candidatos em simultâneo.

O nosso processo de recrutamento, agora inteiramente digital, teve feedback positivo por parte dos nossos colaboradores e clientes. A ausência de deslocações permitiu acelerar os processos com a qualidade que nos distingue, entregando de forma mais rápida resultados aos nossos clientes.